Tirar meu negócio do papel? Expandir a ideia? Um mentor seria bom nessas horas?

Saber ouvir é importante, mas saber escutar as pessoas certas é primordial.


Em 2019 resolvi com uns colegas de faculdade (após várias discussões filosóficas sobre nossas perspectivas sobre o futuro, cada coisa que se conversa durante uma semana de provas estressantes) decidimos que abriríamos uma empresa, a proposta era focar no mercado de roupas de segunda mão (tipo uma Enjoei da vida); 1- o nome era BuySellent (o nome até que era bom, vai!).


Fizemos tudo certo: pesquisa para entender o mercado; entrevistas com o nosso público-alvo; modelo de negócio etc. Todavia, como toda boa história de um empreendedor, o negócio só ficou no mundo das ideias mesmo. Não me contentando com o fracasso fui pesquisar os porquês. E descobri que mesmo fazendo tudo conforme o roteiro mandava: não sabíamos como tirar do papel; muito menos como trabalhar a ideia; nessas horas nunca quis tanto um mentor ao meu lado.


Imagina o Silvio Santos entrando no seu empreendimento para comprar um produto seu, a primeira coisa que você iria fazer – além de pedir aquela selfie para o engajamento do seu negócio nas redes sociais – você pediria conselhos para ele sobre o seu empreendimento: como ele superou adversidades que apareceram; como expandir o negócio para outras regiões; como transformar as desvantagens de seu negócio em vantagens etc.


Um processo de mentoria consiste na troca de experiências entre você uma pessoa que tenha um conhecimento aprofundado sobre algum assunto, o mentor tem como objetivo direcionar o seu negócio, identificando as dores, oportunidades, problemas e desafios do seu negócio, dando-lhe suporte para o crescimento deste (não confundir com o investidor anjo). Ao identificar o que está acontecendo, e a partir da experiência que tem, ele te dará um caminho que deve ser seguido por você.


E quando sei que preciso de um mentor para o meu negócio? Respondendo com outra pergunta, quais são as metas do seu negócio e até onde você quer chegar com ele? O mentor é um grande aliado do seu negócio, tendo conhecimento de anos de boas práticas, tanto aquilo que deu de errado quanto o que deu certo e deve ser seguido, trazendo a responsabilidade para você executar e assim identificando quais práticas são boas para o seu tipo de negócio, e os tipos de soluções a serem feitas nele.


Por exemplo, você tem uma meta de expansão da sua empresa: as vendas dos produtos estão boas; tem um capital de giro considerável; e tem um público fiel. Todavia, mesmo direcionando os seus recursos para expansão do seu negócio, a sua empresa não cresce tanto quanto queria. Então, você contrata um mentor experiente para ajudar a identificar onde está errando. E ele identifica que você foca mais no seu fluxo de caixa ao invés do equity de sua empresa, e a partir disso ele estabelece um caminho a ser seguido.


A mentoria é um processo de experiência e aprendizagem constante, o mentor disponibiliza um tempo para escutar sobre o seu negócio e te mostrar o caminho a ser executado para que a sua ideia possa sair do papel ou uma possível expansão. O seu mentor é um importante aliado, e não está somente para ajudar a resolver problemas, a experiência dele pode trazer novas perspectivas para um determinado produto ou área que funciona bem.



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo